Ela não nasceu sendo quem é.

Desde que eu era muito pequena sempre fui encantada por livros de culinária e obviamente por comida. Na minha casa o universo girava e gira em volta da cozinha, as melhores e as piores conversas, as grandes comemorações, as melhores piadas. Por um tempo tive uma relação de amor e ódio com a comida, era algo que eu amava, não só comer, acho bonito, é um carinho, se usado a nosso favor cura, cuida, traz paz, mas gorda que sou carregava o estigma de não aceitar esse posicionamento de amor em relação a comida.

Muita água rolou debaixo desta ponte e eu que sempre gostei de cozinhar mas não era a melhor cozinheira do planeta assisti Julie e Julia, um filme/livro que é um amorzinho e conta a trajetória de Julie Powell e seu desafio pessoal de preparar as 524 receitas do livro de Julia Child – Mastering the Art of French Cooking. Julie definiu o projeto desta forma:

O Livro

Mastering the Art of French Cooking. Primeira edição, 1961. Louisette Bertholle. Simone Beck. E, naturalmente, Julia Child, mulher que ensinou a América a cozinhar e a comer. Hoje, temos a impressão de que Alice Waters criou o mundo em que vivemos, mas foi com Julia que tudo começou, e ela é incomparável.

A Desafiante

Funcionária pública parasita durante o dia, comilona renegada durante a noite. Velha demais para teatro, jovem demais para filhos, e amarga demais para qualquer outra coisa, Julie Powell procurava um desafio e encontrou o que queria no Projeto Julie/Julia. Arriscando seu casamento, seu emprego e o bem-estar de seus gatos, ela se envolveu em uma enlouquecida tarefa. 365 dias. 524 receitas. Uma mulher e uma cozinha caindo aos pedaços em um subúrbio. Até onde isso vai, ninguém sabe…

Eu ainda não comecei o projeto porque estava sem uma cozinha pra chamar de minha, mas agora existe a cozinha, alguns utensílios e alguém pra avaliar se as coisas deram certo. Vou tocar esse projeto particular em frente de modo terapêutico. Não quero escrever um livro, não quero virar chef, mas é algo meu, daquelas sensações de que se eu for até o fim nisto posso fazer qualquer outra coisa.

O meu livro será Na Cozinha com Nigella (que molhou dia desses e ficou um horror), porque eu amo Nigella, e porque ganhei o livro no meu aniversário. Ele tem só 190 receitas, mas espero conseguir outros livros pra dar continuidade ao projeto todo, dificilmente vou conseguir fazer uma receita por dia porque a casa e o orçamento são minúsculos por aqui, mas vou tentar.  Grande parte das receitas serão adaptadas porque tenho APL (Alergia a proteína do Leite), além de alergia a amendoim, a frutos do mar e a grade parte das oleoginosas (RÁ).

Só posso dizer que vai ser dá hora mesmo quando for traumático. E posso dizer também para que todes amigues se preparem para uma militância com sabor ♥

CategoriasSem categoria

Deixe um comentário