De Santo Forte

Entre todas as tarefas do mundo, ficou nos seus ombros a mais difícil delas.

Garantir a felicidade do outro, sendo que tantas vezes a gente nem consegue definir para nós mesmos o que nos deixa feliz. E não é só o estar feliz que você vem garantindo, vai do entretenimento a segurança, da companhia a informações pertinentes.

Eu queria achar um meio de te mostrar a dimensão do que você faz, te fazer ver o seu valor e as marcas positivas que você deixa nas coisas e nas pessoas.

Acho que a gente não é muito bom em dizer o que sente, em deixar claro como as pessoas são importantes para nós e como a gente as ama.

Na bordinha do fim do mundo (como o conhecemos) acho que a gente vai aprender a dizer mais vezes, sem medir tanto e sem perder tanto tempo.

No meio do meu caos, aquele que você coordena tão bem mesmo no meio do seu próprio caos, eu fico pensando se já te agradeci pelo olhar acolhedor em pelo menos uns 3 momentos muito difíceis na minha vida. Um olhar que sempre me disse : To aqui pra você. Eu não devo ter dito nada, mas ainda assim eu sinto.

Outra coisa que a gente não é muito bom em fazer é explicar pras pessoas as pequenas coisas que faz com a gente as admire. As grandes são fáceis, de apontar e rotular. Mas eu gosto mesmo das pequenas.

Eu admiro o seu maternar, vejo tanto de você no bebê faxineiro cantor, e na doçura do menino que pede pro mundo abrir alas bem baixinho, afinal um grande homem está chegando.

Aqui em casa são suas playlists que embalam o meu maternar, tem dias que é como sua voz na janela pedindo Calma Gente, ou quando a gente decide no meio da semana transformar dia comum em férias. Te admiro demais como mãe, mulher e companheira de trabalho. Te admiro como amiga.

Quando algo muito ruim aconteceu comigo eu sei o quanto você fez e faz para tornar o chorume dos fatos não contaminar meu coração e pra isso eu nunca vou ter palavras o suficiente.

No final você está em mais coisas, pessoas e lugares do que imagina. No seu jeito tranquilo se faz imensa. Que bom ter você por perto, em cada piada, cada email, cada esforço de tornar o coletivo único em amor e carinho.

Você faz parte da minha lista de mulheres fantásticas, e que honra a minha poder conviver com você. Que sorte a minha que nosso santo bateu.

Que sorte a nossa.

Deixe um Comentário