Querer não é poder

Cada dia que passa eu me sinto mais e mais alienada. Como se minhas convicções fossem testadas ou se as coisas em que eu realmente acreditei pudessem agora ser “desacreditadas”. Ironia, não?
Tá que a inconstância seja caracteristica minha (e aparentemente só minha) , mas já não quero mais me desculpar por isso. Sou feliz assim quando quero tudo, quero ter e ser tudo que me for possivel , mesmo que acabe sem nada e sem ser ninguém.
Entre as coisas que quero e que sou mas que ultimamente não tenho nem falado ,nem pensado muito nisso [ digamos que este não seja bem o momento para maximas da expressão e comunicação , por um motivo bem obvio que os mais espertinhos vão entender.]

Quero ter uma profissão , mas não quero mais estudar 4,3 ou 2 anos sem trégua
Quero desenvolver um projeto voluntário.
Quero ser fotografa, jornalista, professora, legista ou artista plastica.(no momento quero mais é o fotojornalismo)
Quero curtir meu casamento e meu marido TODOS os dias, se o próprio marido assim permitir (e tá dificil)
Quero ter jardim.
Quero poder dizer que sou petista, sou gorda, sou indecisa, sou negra, sou politicamente incorreta, sou teimosa, sou espirita, sou paulista,que faço escova no cabelo ( faria todo dia se pudesse como um vício) e qualquer outra coisa que eu seja ou faça livremente , em outras palavras QUERO LIGAR O FODÁ-SE!!!
Queroaprender a fazer bolos, biscoitos e coisas do genero sem que queimem, desandem ou fiquem deformados .
Quero conhecer a Hungria.
Quero ter amigos novos, e quero que os antigos não sumam só porque eu não ligo tanto quanto gostaria e não escrevo tanto quanto deveria.
Quero ser mais livre.
Quero fazer yoga (quem diria)
Quero um filho.
Quero aprender a dirigir, falar italiano e mergulhar.
Quero mais quadros nas minhas paredes.
Quero que a cidade onde eu moro me aceite como eu sou.Quero ter orgulho da cor da minha pele e nunca mais vergonha.

Este é o ponto, eu quero poder expor o que sinto, ser quem eu realmente sou, fazer as coisas que eu gosto e não me importar tanto com o que vão dizer, o que vão pensar. Não sei deonde vem estre troço em mim que me faz agir de acordo com os outros e me vilipendiaro tempo todo. O pior é que eu faço pelos outros depois desconto neles mesmos minhas frustrações. Eu hein.
Há mas ultimamente quero e quero muito.O que significa que ainda há um pulsar por aqui.

Deixe um Comentário