A pretty blue sky

Ah , até que não passou tanto tempo assim. Tem alguém por ai ainda? Não? De qualquer forma vamos ao que interessa.
A partir de agora vou voltar a escrever por aqui. Tá tudo diferente na minha vida, e eu até tentei criar um outro blog mas não é a mesma coisa. Como poderia também não?
Um breve relato das novidades.
O namorado virou marido dia 22/01/2005, nosso casamento foi tudo de bom , na companhia da família e dos amigos. As vezes ainda parece meio surreal pensar que o cara que divide a cama comigo é o mesmo que brigava comigo na escola técnica, aquela pessoa chatíssima que eu queria estapiar o tempo todo.
Casar não muda a gente como eu imaginava, eu achei que eu fosse entrar em grandes conflitos existenciais depois desse dia, mas não, está tudo muito bem. Por enquanto eu fico por aqui, cuidando da minha casinha , me acomodando na nova vida. Estou extremamente feliz.
Quanto a Curitiba, ainda estou desbravando, tentando conhecer gente e o caminho pra chegar as coisas interessantes por aqui. Acho que daqui a uns 6 meses vou conhecer Curitiba mais ou menos como conheço São Paulo.
Meus dotes culinários estão melhorando consideravelmente ( tirando o fatídico dia do sal ), já fiz de feijão a Quiche Lorraine ( finíssima !!! ) .Estou desenvolvendo paixões e robes novos. Eu já gostava de plantas , mas na casa da minha mãe não tinha muito onde plantar , aqui tem espaço de sobra , e se eu pudesse comprava um bebê planta novo todos os dias. Aqui nós já temos alguns e em breve teremos muitos mais. É gostoso observar o crescimento delas e é incrível como elas mudam a cara da casa. Mais engraçado é eu estar aqui falando de planta. Mas como eu disse , os interesses são outros. E pensar que a menos de 1 ano eu estava procurando u apartamento pra mudar, uns lugares cheios de mofo e com a privada na sala , em prédios que nem vale a pena comentar , e hoje eu estou no meu escritório, pensando em como vai ficar tudo depois de pintado e com os livros todos no lugar. Preciso dizer que eu já amo tudo isso aqui? Acho que não né?
Sábado a gente foi almoçar no Mercado Municipal, que não tem nada a ver com os mercados de Sampa. O chão é quase um espelho, as frutas são lustradas, tem música ao vivo na praça de alimentação e balas da Hello Kitty.
Domingo o Marido me levou na feira de artes do largo da Ordem ( xi será que é isso mesmo) , e eu nunca vi tanto artista reunido , a feira é estúpida de tão grande , e eu claro amei, é o paraíso. Tem tanta coisa, quadros, vasos, incenso caseiro, penduricalhos, comida , todo tipo de artesanato e gente , muita gente. Adorei.
Acho que nunca fui tão feliz e toda a minha vida, nem quando criança, e dizem que a infância é nosso melhor momento na vida , sou obrigada a discordar.
Estou do lado da pessoa que eu amo, tenho uma casa abençoada de paz e alegria e numa cidade onde os passarinhos fazem verdadeiros escândalos pela manhã. Eu ganhei muitos presentes neste comecinho de ano, ganhei uma vida nova. Claro que tem seus altos e baixos , a falta da minha família ( mãe, pai e irmão) os resmungos e os dias de luta, mas tudo isso fica pequeno diante do resto. Eu nem sei exatamente o que os dias me reservam , mas eu sei que daqui pra frente virão muitas realizações e toda a felicidade do mundo.

Deixe um Comentário