Try Again

Acabo de chegar em casa.Fui jantar com a Cecils.Só com ela consigo raciocinar sobre alguns pontos na minha vida.
Não que a gente tenha conversado exatamente sobre isso mas, de alguma forma, acho que estou cometendo os mesmos erros de sempre com relação aos ultimos acontecimentos.As coisas que eu estou sentindo são muito confusas, uma série de equivocos.Estou fazendo o que eu mais critico nos outros , que é acreditar em algo que não esta acontecendo só pra tornar as coisas mais confortaveis ou menos doloridas.
Ganhei a má fama de ser perita em “jogos de amor”.Não havia caido na real, mas eu jogo, e sou boa nos jogos, mas quando eu não quis jogar, quando quis levar muito a sério eu perdi.Então talvez só se dê bem quem jogue.
Foi a maior baixa de todas.A unica pessoa que disse me amar e a unica pra quem consegui responder o mesmo.Não tive coragem de apagar as mensagens de celular e nem de jogar as coisas dele fora.Não vou jogar porque mesmo não havedo amor hoje,não tenho duvidas de que houve e o respeito que eu tenho por aqueles dias estáacima da minha magoa.Mas o pior de tudo é que existe uma confusão no meu peito que me faz voltar exatamete no lugar onde eu parei,deixei um amor entrar na minha vida pra apagar um outro e no entanto não funcionou.E eu estou tão cansada de brigar contra as coisas que eu sinto, tao cansada de não conseguir dizer as coisas que gostaria de dizer.Porque é tão facil acalmar o sentimento por uma pessoa que deu provas do mais sublime amor e tão complicado apagar o sentimento por uma outra que nunca correspondeu o sentimento a altura?Consigo matar quem eu quiser detro de mim , menos uma pessoa, e isso me incomoda, porque eu não quero tudo de novo porque eu sei o final do filme.
Se estou onde estou hoje éexatamente por me calar nos momentos em que eu queria e precisava gritar.
Eu quero jogar agora esimplismente não consigo.Eu quero muito pedir coisas, contar coisas.Queria ter coragem, porque eu estou com muito medo de tudo.Eu quero querer outra coisa , menos isto, não de novo.
Quero só ser tão importante pra alguém como fui um dia pra ele, quero acreditar de novo quando alguém me disser “você é a mulher da minha vida”, mesmo que não seja verdade.Quero mentiras sinceras, preciso muito que alguém me engane a este ponto, qualquer um.Pode ser qualquer pessoa porque as que amo jamais farão isto, mas me faça acreditar que eu sou especial.Porque eu preciso disto.Preciso mais do que de ar.Não quero mais jogos.

Deixe um Comentário