História de uma gata

Não fui pra faculdade , voltou aquela fase de pensar em excesso.Minha vida muda de vez e pra sempre a partir de amanhã.muita coisa aconteceu nas ultimas semanas.E as escolhas tiveram que ser feitas, é gente que fica pra traz , é o passado que se encaixa no seu devido lugar.
Tudo que eu pensei , planejei , criei na minha mente caiu como uma bomba , numa semana só.São as minhas escolhas.

“PORQUE FAZER UM SOM NÃO FOI NADA JÓIA PRA MIM.CANTAR UMA MUSICA ME CUSTOU MUITÍSSIMO.”

História de uma gata

Enriquez – Bardotti versão Chico Buarque 1977

Me alimentaram
Me acariciaram
Me aliciaram
Me acostumaram

O meu mundo era o apartamento
Detefon, almofada e trato
Todo dia filé-mignon
Ou mesmo um bom filé… de gato
Me diziam a todo momento
fique em casa, não tome vento
Mas é duro ficar na sua
Quando à luz da lua
Tantos gatos pela rua
Toda a noite vão cantando assim

Nós, gatos, já nascemos pobres
Porém, já nascemos livress
Senhor, senhora ou senhorio
Felino, não reconhecerás

De manhã eu voltei pra casa
Fui barrada na portaria
Sem filé e sem almofada
Por causa da cantoria
Mas agora o meu dia-a-dia
É no meio da gataria
Pela rua virando lata
Eu sou mais eu, mais gata

Numa louca serenata
Que de noite sai cantando assim

Nós, gatos, já nascemos pobres
Porém, já nascemos livress
Senhor, senhora ou senhorio
Felino, não reconhecerás

Deixe um Comentário