Alô querido,

Como você está? Nós aqui estamos bem, sentindo muito a sua falta.
Não escrevi nestes ultimos dias porque estava sem a internet.
Então vou te resumir os ultimos dias, apesar de que a maioria das coisas eu já te contei.

Quinta feira – DIA 5

Fomos até São Caetano para tentar fechar minha conta no BB. Sem sucesso, passamos nervoso e muito, muito muito calor, e só. Acredita que a gerente me pediu  pra voltar na agência na segunda feira?! Inferno!
Quando terminei a conversa com a gerentinha encontrei a Drizinha e o Chefe no banco, a maior coincidência (medo destas coisas improvaveis que acabam acontecendo)

Sexta Feira – DIA 6

Não me lembro muito bem da sexta feira, estou ficando um tanto quanto desmemoriada. Meu pai continua ensaiando um tchau com o Pedro, ele acena com a mão fechada pra variar.
Ele tem se divertido absurdos indo de um colo para o outro. Tem passado muito tempo com o João, acredite se quiser.

 

 

Sábado – DIA 7

Dia do peiatra, como eu te disse antes, adorei a médica. Respondeu a todas as minhas dúvidas. O Pedro também gostou bastante dela, brincou com o estetoscópio e brincou um pouco com ela. Ela explicou sobre a vacina da miningite, na verdade não lembro se te contei, mas acho que sim, ela só imuniza a criança por 6 meses, diferente da vacina do sarampo e tal. Alias alerta para todas as mamães pois levamos o Pedro num primeiro pediatra que aconselhou a gente a dar a tal vacina sem explicar o quão curta é a imunização, e ainda ia cobrar R$150 pilas pela vacina. Como a médica explicou, se não há casos de miningite viral na cidade, ou no bairro, não há porque dar a vacina, mas se fizermos mesmo questão de vacinar nossos bebês o melhor período é abril, maio, pois a maior incidência de contaminação é no inverno.
Passamos no Extra para mais umas compras. Arrumei uma roupinha sacadona para o Pedro, veio com um chapéuzinho de pescador. Anda não tenho foto, uma pena.

 

 

Domingo – DIA 8

Hoje o Pedro acordou muito cedo, tomou sol com a avó, todo feliz.
Mudei um pouquinho a alimentação dele, seguindo o guia da Pediatra, fiz uma nova papinha com abóbora, mandioquinha, tomate e alho poró , com um pouquinho de cebola e azeite, tudo de bom. Ele adorou, comeu tanto que nem tomou todo o suquinho.
Ele está diferente com os 2 dentinhos. O cabelinho dele também está clareando. O vocabulario aumenta a cada dia , agora temos; tatata, dadada, nenem, aiaiai, daidai e muita birra.
Ele está engraçado.

 

Não sei quando vou acessar de novo, mas me escreva. Cuidado com os larápios.

te amo

  • O Pedrinho é uma figura. Que coisa mais querida. Meu sobrinho tbém anda um bandidinho… Acorda de madrugada e não tem quem faça dormir. Bjos

  • Olá, vi pelo Blogsblogs que você mora em Curitiba. Acabei de lançar esse site que visa coletar informações sobre assaltos na cidade de Curitiba e região. Com essas informações, eu vou poder fazer um mapeamento das áreas mais perigosas da cidade, além de poder juntar estatísticas sobre assaltos e com isso alertar as autoridades para que tomem providências para garantir a segurança de nossa cidade que um dia já foi bem mais pacífica do que é hoje.

    Se você já foi assaltado, você poderia acessar o seguinte endereço e preencher um questionário rápido (demora menos de dois minutos, se tal nem isso) e 100% anônimo?
    http://www.pazcuritiba.k6.com.br

    Se você conhece alguém da cidade que já tenha sido vítima de assalto, por favor repasse o link desse site pra ela.

    Não custa nada, é rápido e não peço nem seu nome, nem seu e-mail e nem nada.

    Muito obrigado.

    Sean “Canha” Berg.

    PS: Se você puder divulgar aqui no seu blog, eu ficaria eternamente grato!

Os comentários estão fechados.