Ela desapareceu ontem à noite:
Vestia sapatos obscenos e
aparentava a tristeza de um amor sem fim.
Sofre de alguns probleminhas mentais,
consequências de um passado
que não passa mais.
Foi vista pela última vez na noite de ontem,
na porta da minha casa.
Quem souber noticias dela,
quem souber seu paradeiro,
por favor não diga nada,
por favorme deixe em paz.

Flávio de Castro

Deixe um Comentário