Dias de Luta

Acabou, demorou mas acabou.Todo um trampinho.Ainda bem, agora posso voltar a me dedicar a meus devaneios.Que diga-se de passagem ,no momento são muitos.
Ai dia desses ,acho que na sexta feira eu acordei de madrugada , e estava passando a continuação (péssima e tosca por sinal) de Carrie a estranha , que eu assisti quando eu tinha uns 8 anos e fiquei um longo tempo sem dormir direito.Bom mas ai vi o restinho do filme,e logo em seguida quando já me preparava para tentar dormir de novo começou a passar “Além da Eternidade ” (Always) .Nunca tinha visto o filme, já tinha ouvido falar ,e só.Mas o fato é que eu amei o filme, e eu chorei, e escrevi uma longa carta depois do filme, e rasguei a carta depois e fiquei feliz com as coisas que havia decidido, com as que eu havia escolhido e com o possivel rumo que as coisas tomariam.E tomaram.Bom o filme entrou pra lista dos preferidos porque foi visto na hora e momentos certos, tudo bem que depois começou a passar um desenho animado com umas joaninhas boêmias que tomavam todas e eu também assisti e fiquei com lindas olheiras exibidas com orgulho no chá de Bebê da Paty.Falando no chá de Bebê , esse tipo de coisa me dá vontade de ter filhos.Mesmo tendo muito medo dos Bebês eu quero um bebê.Fora as roupinhas, bercinho,sapatinho , essas coisas todas me deixaram meio emo.
E eu quero que dia 21 chegue logo.Taças compradas, Absinto trincando de gelado.Preciso de um novo baralho para sustentar o vício em grande estilho.Que venham os jogos!

Hoje de manhã eu acordei com esta musica no rádio, fez sentido, muito sentido.

Tão Seu
Skank

Sinto sua falta
Não posso esperar tanto tempo assim
O nosso amor é novo
É o velho amor ainda e sempre

Não diga que não vem me ver
de noite eu quero descansar
Ir ao cinema com você
Um filme à toa no Patê

Que culpa a gente tem de ser feliz ?
Que culpa a gente têm, meu bem ?
O mundo bem diante do nariz
Feliz aqui e não além…

Me sinto só, me sinto só
Me sinto tão seu…
Me sinto tão, me sinto só
E sou teu

Faço tanta coisa
Pensando no momento de te ver
A minha casa sem você é triste
A espera arde sem me aquecer

Não diga que você não volta
Eu não vou conseguir dormir
À noite quero descansar
Sair à toa por aí…

Sinto sua falta
Não posso esperar tanto tempo assim
O nosso amor é novo
É velho amor ainda e sempre

Que culpa a gente têm de ser feliz ?
Eu digo eles ou nós dois
O mundo bem diante do nariz
Feliz agora e não depois…

Deixe um Comentário