I Want to be alone

Tá eu sei que dei um tempo aqui no blog , mas além de estar sem computador em casa eu estou pensando.É isso mesmo pensando e dedicando meus minutos a outras coisas.A concretizar coisas.Fora que eu digo coisas que são mal compreendidas pelas pessoas , que se magoam e acham que eu estou falando por mal, e isso vem acontecendo com uma certa freqüência sendo assim para não escrever nada que fosse me causar qualquer tipo de arrependimento o melhor que tenho a fazer é calar.
Falando em não falar acho que a cada dia que passo me isolo um pouquinho, embora do que eu realmente quero me livrar eu não consigo.mas não tem importância.Estou naquela fase clichê do começar de novo, quero muitos amigos, todos por perto , quero conversar, sair ,ouvir musica, ver filmes, exposições, conhecer lugares novos, tudo novo.
Sexta feira conheci pessoas incríveis e vi que estou perdendo muito fazendo as mesmas coisas sempre , sai com a Paula e a Ivy que conheci na net , no ORKUT (meu novo vicio) e simplesmente adorei.Não tenho duvidas de que seremos AMIGAS, e não colegas.Identificação total e completa , fomos no Itau cultural e demais ao Mc com um amigo da Ivy, tipo daquelas noites que a gente não quer que termine.Fora que a Ivy me inspira nas minhas novas criações [é porque agora as criações e os planos estão saindo do papel e passando pela minha Singer e em breve vão estar no MMM – a desilusão nos torna produtivos].Sair com elas foi tudo porque me senti em casa , fui eu mesma , sem aquela necessidade de agradar, de guardar as coisas que penso para mim para não magoar nem irritar nem entrar em grandes discussões, falamos de moda a política sem nenhum atrito e não porque não queríamos brigas mas porque não rolou mesmo as faíscas de raiva ou defesa pessoal.
É aquilo que falei no e-mail para meu karma – pessoas mudam pessoas – pois é acho que elas mudaram uma fase na minha vida.Vou olhar pro meu umbigo e para as pessoas que me querem por perto como elas que me acolheram com todo o amor e carinho sem me cobrar nada de volta.Virei fã mesmo.
É um momento feliz na minha vida , conhecer gente nova e de qualidade,conseguir deslanchar e prosperar fazendo o que eu gosto, ter tempo para dormir,desencanar de que tenho que agradar a todos e a qualquer preço, perdi meu carro mas eu também nem dirijo e estou de olho num Celtinha que se tudo der certo será meu, a vida é feita de fases e está é uma das melhores da minha vida porque esbarrei em pessoas felizes.Não há glamour nenhum na tristeza e acho que quando era feliz por pequenas coisas e o humor não alterava tanto eu estava melhor.
Este lance das metas que não tem rolado muito é porque eu acho que não sou do tipo das pessoas que planeja mesmo, mas não tenho que planejar para realizar.O negócio é fazer e fim de papo.Além de que de alguma forma não estou mais tão presa as pessoas pra realizar as coisas que tenho vontade de fazer.Agora se quero sair sozinha eu simplesmente saio, terça feira mesmo vou ao cinema , simplesmente porque sim, já fui dançar sozinha 2 vezes (quem diria) agora vou ao cinema, e vou tomar um café e ler uma revista nas padarias caras e cheias e deliciosas porque eu liguei o FODA-SE para o mundo.Existe um enorme buraco no meu peito e eu preciso remedar com o que dá , e cansei de ficar pra trás na vida de todo mundo, ficar pra trás na minha própria vida seria o cumulo.
Ouvi de uma pessoa que pos tarô para mim está semana que eu tenho inúmeras possibilidades de relacionamentos e companhia mas não estou aberta para eles e que se acontecerem agora não serão proveitosos.Isto até é real porque eu não quero estar com alguém neste momento da minha vida.Não quero muletas, não por agora e espero que em momento nenhum da minha vida.
As mudanças não vem planejadas, o novo não chega quando a gente quer, os amigos sempre nos surpreendem com coisas boas e principalmente com as ruins e inesperadas que transformam as coisas e elas nunca mais voltam a ser como eram , mas quem disse que tinham que ser?São conceito mudando , o conceito de amizade em si eu acho.Ou sou eu que dou ou dava valor para as coisas erradas.O amadurecimento das relações que acho meio cansativo não sei.O importante é manter as coisas autenticas e não me importar muito com quem vai ficar ou não por aqui.
Voltei fazer coisas que a muito tempo não fazia, ontem mesmo fui assistir Dvds e beber vinho quente com a Cecils, Dodo , Samis e o pessoal da casa dela e foi melhor do que a melhor das baladas, até cochilar do lado deles foi bom.Assim como tomar sol no frio, ler coisas que eu já li,coisinhas pequenas assim.
Amanhã começa tudo de novo , mas vou reclamar menos porque tudo poderia ser diferente e seria pior , sou uma pessoa que reclama de barriga cheia , que tem coisa pra caramba , coisa que outras pessoas não tem .Sendo assim porque resmungar.

Deixe um Comentário