Quando não estás aqui, tenho medo de mim mesmo e sinto falta do teu corpo junto ao meu.

Estou cansada até os ossos, sinto cada um deles estalando e pedindo por socorro.Ô semaninha .Muito o que pensar, muito o que fazer.
Não tenho tido muita inspiração para por tudo aqui no papel (papel hein!olha a lesação) , tenho pensado em carregar um caderninho pra baixo e pra cima anotando todas as coisas que passam pela minha cabeça,cada perguntinha, cada grande frase ou as lembranças mais leves, daquelas que tem cheiros, porque os cheiros podem ser lembrados .Na minha mente hoje o cheiro de laranjinha de um certo desodorante.Este cheiro me persegue , se fechar os olhos e respirar fundo é o cheiro que sinto sempre.O cheiro dele que me deu Janis Joplin que amo e que dá o mesmo que eu “A Little Peace of my Heart”.Sabe Frederico, acho que o que mais me faz falta é seu cheiro.Não, é de conversar com você, ou dos nossos momentos de silêncio.Viu você me escreve e eu viro sorvete e escorro pra debaixo dos móveis feliz e triste.
E agora você aprende coisas novas , fico muito feliz por você , embora você ainda faça muita falta por aqui.
Acho que preciso voltar a ser sossegada como já fui um dia , hoje sou nervosa , no pior sentido da palavra.Mas ainda quero tomar sol nos dias de inverno, tem prazer maior que este?Tomo sol porque não posso tomar o homem que eu amo.Não sou amada?Não Certamente não, mas continuo amando amando e amando até – morrer, não. Até viver de amor.

Deixe um Comentário